AGPlast

AG LANÇA SEU PROJETO DE REVALORIZAÇÃO PLÁSTICA COM CAPACIDADE DE RECICLAR 750 TONELADAS DE PET POR MÊS

O Grupo AG, empresa do setor de produção de embalagens plásticas em PET (Politeraftalato de Etileno) e PE (Polietileno), pensando em uma alternativa para o tratamento do lixo urbano e para a preservação do meio ambiente, lança seu projeto de reciclagem de garrafas PET em Juiz de Fora, Minas Gerais. O projeto é pioneiro no Brasil e conta com uma tecnologia alemã de reciclagem que segue o sistema Bottle-to-Bottle e transforma o lixo plástico em matéria prima para a produção de novos produtos.

Esse lixo é formado por descartes plásticos pós-industriais ou pós-consumo que são transformados em grânulos a serem reutilizados na produção de novos produtos como sacos de lixo, solados, pisos, conduítes, mangueiras, componentes de automóveis, fibras, embalagens não alimentícias, dentre outros.

O processo de reciclagem do PET usado pela AG Companhia de Revalorização Plástica traz diversos benefícios para o meio ambiente e a sociedade. Um deles é a redução do volume de lixo coletado, o que prolonga a vida útil dos aterros sanitários, local onde normalmente esses detritos são depositados. Outros benefícios são: economia de energia elétrica e de petróleo, aumento no número de empregos, diminuição do preço dos artefatos produzidos com plástico reciclado, além da valorização da limpeza pública e da formação de uma consciência ecológica.

O processo básico da unidade de reciclagem da AG está projetado para a capacidade de 1400 kg/hora, o que possibilita uma produção média de aproximadamente 750 toneladas/mês de material. Só em seu investimento inicial, ele aumenta a oportunidade de empregos diretos e indiretos para mais de 1200 pessoas. Além disso, somente a primeira etapa já vai retirar de circulação mais de 56 milhões de embalagens de PET dos aterros sanitários e rios, o que contribui com os objetivos da nova lei de resíduos sólidos.

Conheça os processos de reciclagem do PET

O processo de recuperação, revalorização e transformação passa pelas seguintes etapas:

Separação: As embalagens que serão recuperadas são colocadas em uma esteira, onde são separadas de diferentes tipos de plásticos, rótulos de outros materiais, tampas de garrafas, produtos compostos por mais de um tipo de plástico, embalagens metalizadas, grampos e etc.

Moagem: Depois de separados, os diferentes tipos de plásticos são moídos e fragmentados em pequenas partes, resultando em flocos de garrafas (flakes).

Lavagem: Depois de triturado, o plástico passa por uma etapa de lavagem com água para a retirada dos contaminantes.

Aglutinação: Nesta fase além de completar a secagem, o material é compactado, reduzindo assim o volume que será enviado à extrusora.

Extrusão: A extrusora funde e torna a massa plástica homogênea, que após resfriamento com água é picotado em um granulador e transformado em grãos plásticos.

Clique aqui e veja a linha de moagem e lavagem de PET

Rua Jovino Antônio da Silva, 250 Bairro: Benfica/ Distrito Industrial Cidade: Juiz de Fora - MG Cep: 36092007 - Tel.: (32) 3512-2400

Adaptado por Aprimorar Desenvolvimento Projeto por Kojio Comunicação